terça-feira, agosto 18, 2015

Reuniões...

Ontem tive uma reunião surpreendente. No trabalho estamos a desenvolver um projecto de combate ao isolamento social (não é a nossa missão primordial, mas há preocupações). Marquei para ontem uma reunião com uma associação que trabalha com pessoas com necessidades especiais (estas terminologias são tramadas). À hora marcada as duas senhoras apareceram. O segurança ligou-me a avisar e quando eu lhe pedi para encaminhar as senhoras para a sala de reuniões ele diz-me: Mas uma das senhoras está em cadeira de rodas... Fiquei gago. Nem me ocorreu que isso pudesse acontecer. A nossa sala de reuniões só tem acesso de escadas... outro sítio onde se poderia reunir estava ocupado àquela hora... tive de improvisar e montar em 5 minutos uma mini sala de reuniões num foyer. E depois a reunião em si... a senhora que estava na cadeira de rodas tinha também dificuldades em expressar-se, mas foi uma das reuniões mais fascinantes que tive até hoje. A naturalidade com que ela lida com as suas incapacidade e a forma divertida com que reage às constantes gafes cometidas por terceiros em relação a ela (eu incluído) é invejável. Ainda nos rimos bastante e é uma mulher muito prática, quando acabámos a reunião diz-me: E agora, avançamos? Eu disse que sim. Ela sorriu e acrescentou: Mas devagar que as minhas rodas são pequenas.

4 comentários:

Anónimo disse...

que historia fantástica. é tão bom viver esses momentos. há pessoas mesmo especiais no mundo - e normalmente vêm no 'invólucro' mais improvável. ainda nao perdi a conta a esses pequenos acontecimentos mas um dia vou perder e... vai ser bom sinal. acompanho o teu blog e p.f. nao deixes de escrever, de partilhar estas histórias que me fazem acreditar que a vida pode ser uma 'coisa' simples mas feliz! Parabéns!
Luís Filipe.

iLoveMyShoes disse...

Obrigado Luís :)

neko-chan disse...

São estas pessoas um motivo de apreciação para mim porque conseguem adaptar a sua vida às limitações que surgiram. Tomara eu ser assim, às vezes, em situações que não são nada em comparação com esta.

N a m o r a d o disse...

Se precisares de ajuda com as acessibilidades, apita! Não sou especialista, mas é o meu trabalho diário!